maio 19

Resenha: “A Elite” de Kiera Cass


Sinopse – A Elite – The Selection – Livro 02 – Kiera Cass

A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.

America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.
Resenha:

A série  A Seleção trata de uma distopia, ocorrida num futuro remoto, onde os Estados Unidos foram destroçados por guerras e crises econômicas intermináveis, e um novo país foi erigido por Gregório Iléa, cujo nome foi adotado também por esse nova nação, que passou a chamar-se Iléa e cuja população encontra-se dividida em castas e onde cada pessoa só pode desenvolver-se profissionalmente e casar-se, constituir família, de acordo com a casta à qual pertence. Para citar algumas, saiba que existe a casta Um, dos mais ricos, a Três, dos professores e escritores, a Cinco dos artistas e a Oito, que é a última, dos serviçais. America pertence à casta Cinco e está apaixonada por Aspen, que pertence à casta Seis quando é selecionada para concorrer ao coração do príncipe Maxon e à coroa de Iléa juntamente com mais 35 candidatas. Ao firmar uma bonita amizade com Maxon, ela sente seu coração ficar dividido entre Aspen e o príncipe, entre ser um pobre membro da casta Seis ou pertencer à casta Um, mas acima disso, ela sente uma ferrenha vontade de mudar o injusto sistema que classifica as pessoas conforme seu nascimento e não conforme suas aptidões, um sistema que não dá oportunidades nem perspectivas de melhora.
Não sei se foi o fato de ter lido A Elite enquanto ainda enfrentava uma forte ressaca literária por causa de Jogos Vorazes – cuja protagonista é uma garota forte, politizada, determinada, que não mede esforços para libertar seu povo – mas o fato é que não gostei do livro. Achei que a autora “se perdeu” enquanto escrevia este livro. America, que no primeiro livro – A Seleção (resenha aqui: http://elainevelasco.blogspot.com.br/2012/09/resenha-selecao-de-kiera-cass.html) – era uma jovem determinada, politizada, lutadora, em A Elite tornou-se uma garota fútil e vazia, preocupada apenas com o próprio umbigo e com o amor do príncipe. Para mim, a autora fugiu completamente da proposta do primeiro livro. O livro não traz surpresa alguma, ela não descobre nada novo com relação aos rebeldes que tentam invadir o palácio nem faz avanço algum em relação a ajudar seu povo a sair do sistema injusto no qual vive. Até mesmo Maxon, antes tão perfeito, revela-se um cafajeste egoísta e mimado. E Aspen, antes importante peça no triângulo amoroso, torna-se apenas um acessório, um “estepe”. Para mim, foi um livro que apenas “encheu lingüiça”, deixando todos os fatos importantes para o livro final, o que é um risco, pois a autora pode acabar deixando tudo muito “corrido”, mal explicado, mal trabalhado. Eu ganhei o primeiro livro da trilogia na edição do Fantasticon do ano passado, das mãos da editora da Seguinte, que lá estava por ocasião de uma palestra e confesso que ele foi uma grata surpresa, o que me levou a adquirir o segundo livro, porém, A Elite, ao menos para mim, deixou a desejar e muito. 
Elaine Velasco é autora da série Limiar e leitora voraz de literatura Young Adult, especialmente quando esses tratam de Literatura Fantástica. Para saber mais sobre ela, acesse: elainevelasco.blogspot.com.br