abril 13

Expresso do Amanhã (Snowpiercer), 2013

Olá pessoal, tudo bem?

O filme de hoje já estreou nos Estados Unidos em 2013, mas só chegou aqui nas telonas do Brasil no ano passado. Um filme forte, eletrizante, de tirar o fôlego, uma distopia excelente, muito bem desenvolvida. Confiram!

 

Em 2014 cientistas desenvolvem o CW-7, uma substância refrigerante que promete por fim ao aquecimento global. Embora haja uma discussão acalorada entre os cientistas que desenvolveram o CW-7 e os ambientalistas, a substância é lançada no espaço por 79 países. Mas o resultado não foi bem o esperado, as temperaturas baixaram tanto, que a Terra entrou em uma Nova Era do Gelo. A espécie humana só não foi extinta porque cerca de 1.000 pessoas embarcaram no Snowpiercer (Perfura Neve), um trem com rota global e perpétua, ele viaja perfurando a neve, mantendo os passageiros aquecidos, enquanto o Snowpiercer estiver em movimento, ninguém congelará.

É claro que nem tudo é perfeito, no Snowpiercer cada um têm seu lugar. Existem classes sociais dentro do trem, onde as pessoas menos favorecidas são as que vivem na cauda, nos últimos vagões do trem e as mais favorecidas vivem nos vagões da frente. A população que vive na cauda é a que mais sofre, diariamente eles são contados e recebem uma barra proteica, único alimento que é oferecido a eles. Eles vivem em condições sub-humanas e são obrigados a seguir todas as regras impostas pelo Wilford (Ed Harris), o criador do Snowpiercer, venerado como um deus pelos passageiros do trem. Quem sai da linha é punido, e a responsável pela fiscalização e pelas punições é a ministra Mason (Swinton), uma mulher fria e perversa. Que ódio dela.

Dezessete anos depois de embarcarem na “arca de metal”, depois de quatro revoltas mal sucedidas da população da cauda, um novo levante é planejado. Liderado por Curtis Everett (Chris Evans) e Gilliam (John Hurt). Eles recebem pílulas vermelhas, colocadas nas barras proteicas, com mensagens de alguém da frente, alguém que eles acreditam estar ajudando eles na revolução. O objetivo de Curtis é chegar a frente do trem, onde ele planeja enfrentar Wilford.

E assim um grupo de homens vai passando de vagão em vagão, rumo a frente, ao encontro de Wilford. Destacando o jovem Edgar (Jamie Bell) que nasceu no trem, bebê-trem como são chamados, que vê Curtis como um herói, Tanya (Octavia Spencer), uma mulher de garra, que está a procura do filho que foi levado pela secretária de Wilford, Andrew (Ewen Bremner) que procura vingança pela punição que recebeu e que também procura o filho que foi levado, Namgoong Minsoo (Kang-ho Song) um engenheiro elétrico que os auxilia na abertura das portas que separam os vagões e sua filha clarividente Yona (Ah-Sung Ko) um bebê-trem também, ambos viciados em Kronol, uma droga alucinógena, eles ajudam e em troca recebem a droga.

A medida que eles avançam pelos vagões percebemos o quão expressiva é a desigualdade. Enquanto na cauda eles viviam em condição precária, um local sem cor, os vagões da frente tinham comida de qualidade (frutas, legumes, carnes e até sushi), roupas limpas, escola, festas, bebidas e drogas, nestes vagões o mundo tinha cor. Durante o trajeto conhecemos melhor a história de Curtis, os segredos que ele carrega, a dor que ele traz consigo.

Expresso do Amanhã é uma crítica a sociedade atual, ele mostra claramente que se continuarmos do jeito que estamos, quem irá acabar com a nossa espécie será nós mesmo, mostra que a natureza não precisa de nós para “sobreviver”, ela é um ecossistema autossustentável, se provocarmos o caos, nós mesmos sofreremos, pois ela sempre, sempre achará um meio de se reerguer. É uma crítica também a forma em que vivemos, onde uns tem muito e outros não tem nada, onde o ter e o poder estão acima de tudo. Apresenta ainda uma ótima metáfora sobre a sobrevivência.

O filme apresenta cenas geniais, as cenas de combate são bem intensas, e algumas um pouco hilárias, como por exemplo, quando em meio a um combate, eles param do nada e comemoram a 18° volta, comemoram o Ano Novo.

 

O elenco possui rostos bem conhecidos, destacando a atuação de Chris Evans, para mim foi uma atuação formidável, foi bom vê-lo interpretando um personagem diferente.

O longa é uma adaptação da HQ francesa Le Transperceneige, quero muito conferir esta obra, se o filme é bom, imagina o livro.

Enfim, o filme me deixou perplexa, depois de assistir eu fiquei um bom tempo refletindo sobre nosso mundo. Que filme bom! Assistam, um filme super hiper, mega recomendado! =D

“Know your place. Accept your place. Be a shoe.” “Conheça o seu lugar. Aceite o seu lugar. Seja um sapato.”

Título Original: Snowpiercer

Ano de Produção: 2013

Dirigido Por: Joon-ho Bong

Gênero: Drama, Ficção Científica

Nota: 5/5


Tags:, ,
Copyright 2018. All rights reserved.

Posted 13 de abril de 2016 by Hermes Lourenço in category "Filmes

Agradecemos sua visita! Volte sempre que puder! Se quiser deixe um comentário com sua opinião, assim que pudermos responderemos. Comentários ofensivos não serão aceitos.