dezembro 2

Resenha Patos Selvagens – Autor Samuel Medina.

Resenha Patos Selvagens
Autor: Samuel Medina
O livro Patos Selvagens, é um exemplo fiel da nova geração de autores da literatura brasileira, que comprova que nosso país tem ótimos autores, só que infelizmente escondidos sob o manto do preconceito ou medo de decepção dos aficionados pelas obras internacionais.
O autor – que tive a oportunidade de conhecer de perto e posso adiantar que é uma pessoa muito carismática – carrega em sua obra traços perfeitos e agudos da arte do Storytelling. Sim, sem sombra de dúvidas Samuel Medina é um exímio contador de estórias, que me encantou no decorrer das 75 páginas de sua obra, mantendo um padrão de escrita perfeita em sua narrativa, seja na concepção dos cenários, nos diálogos e sem perder o ”fio da meada”.
O livro relata a estória de Deon, um lenhador, que sofre um acidente no início da estória e é socorrido por uma bela moça que o leva para ser cuidado em uma estalagem – da dona Ambrósia. Porém Deon fica encantado por essa bela mulher, que esconde uma terrível maldição: Todas as mulheres que pertencem a linhagem daquela família são condenadas a morrerem no parto – que em meu ponto de vista foi o gancho perfeito que me amarrou até o final da estória.
Deon fica sabendo da estória e se apaixona por essa mulher, e como era de se esperar, ela engravida e morre no parto, fazendo que o jovem e apaixonado marido — e recém pai de uma menina —, fuja para a floresta. Antes da fuga, Deon faz com que a parteira e sua assistente jurem de pés juntos que irão dizer a todos que a mãe e “a menina” morreram na hora do parto, pondo assim “supostamente” um fim no preconceito e superstição de todos da aldeia. A seguir, ele foge para a floresta e cuida em segredo da filha, transformando-se no “louco lenhador” — uma forma de afugentar os curiosos e pseudo pretendentes da filha —, um ser barbudo, um terrível homem que era visto sempre a distância com seu temido machado e aterrorizava a imaginação das crianças, com a exceção de um menino chamado Nerito.  Guardem esse nome, pois esse garoto irá lhe surpreender.
Daqui para frente, se quiserem saber o que acontece, vocês terão que ler o livro, caso contrário estarei criando um spoiler.
Um livro fascinante, que conduzirá o leitor a uma viagem na imaginação e na medida certa para os que apreciam o gênero.


Copyright 2018. All rights reserved.

Posted 2 de dezembro de 2014 by Hermes Lourenço in category "Uncategorized

1 COMMENTS :

  1. By Nerito (Samuel Medina) on

    Oi, Hermes! Puxa, eu não comentei ainda aqui porque fiquei realmente sem palavras. Sinto-me lisonjeado por seus comentários. É sempre gratificante receber elogios de um colega escritor, além de uma pessoa com vasta bagagem cultural. Um abraço!

    Reply

Deixe uma resposta para Nerito (Samuel Medina) Cancelar resposta