agosto 9

Ismália



Olá amigos do blog!

Primeiramente desculpem pela ausência, mas afinal de contas, todo ser humano precisa de férias.
Bem, nestes últimos 23 dias que estive viajando, conheci muitos lugares interessantes na américa do norte; comprei muitos livros e é claro, novas ideias, esboços para novos livros e um acontecimento incrível que no momento certo irei revelar, que lhes asseguro – simplesmente surpreendente e mágico.
Volto novamente a comunicar que continuo com problemas na aba quero escrever um livro e agora?, mas estou respondendo as perguntas – seja por email ou por post aqui no blog.
A propósito, alguém conhece um bom site de blog? Estou pensando seriamente em mudar de endereço, pois já enviei vários e-mails ao blogger solicitando providências e até agora não tive nenhuma solução.
Como o blog é nosso, aceito sugestões.
Mudando de assunto, hoje em uma reunião com os confrades da Sobrames -MG, fomos agraciados com belas poesias. 
Dentre as belíssimas jóias que nos foram apresentadas, decidi compartilhar com todos vocês, esta preciosidade escrita por Alphonsus de Guimaraens.



Ismália 

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar…
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar…
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar…

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar…
Estava perto do céu,
Estava longe do mar…

E como um anjo pendeu
As asas para voar…
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar…

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par…
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar…



Alphonsus Guimaraens





Copyright 2019. All rights reserved.

Posted 9 de agosto de 2013 by Hermes Lourenço in category "Uncategorized

Agradecemos sua visita! Volte sempre que puder! Se quiser deixe um comentário com sua opinião, assim que pudermos responderemos. Comentários ofensivos não serão aceitos.