junho 18

Resenha: Lua Azul

Sinopse – Lua Azul – Os Imortais – Livro 2 – Alyson Noël

Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenhada em conhecer e dominar suas novas habilidades, mas algo terrível começa a acontecer. Acometido por uma doença misteriosa que ameaça, inclusive, sua memória, Damen não percebe que seus poderes se estão esvaindo – enquanto Ever se sente cada vez mais forte.

Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo.

Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a sua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia.


Resenha:
Conhecem aquele ditado: Nada é tão ruim que não possa piorar?
Pois é, isso é o que senti ao ler Lua Azul, o livro dois da série Os Imortais. Para Sempre, o primeiro livro, havia sido mediano e até que “dava pra levar”, mas Lua Azul é absolutamente intragável. Sabe aquele livro que você lê até o final só para poder falar mal com mais propriedade? Foi isso que aconteceu comigo.
O livro é um verdadeiro desastre. Previsível, maçante, enjoativo. Logo no primeiro capítulo você já sabe exatamente o que vai acontecer, quem é o vilão e o que o motiva. E não adianta  ler até o final achando que está enganado. Você não está.  Gente, me poupe, quem não sabia que a Ava não prestava, que o Roman é o vilão, um imortal criado por Damen, ex de Drina? Faça-me o favor, é subestimar demais a minha inteligência. E a Ever, então? Achei que ela não poderia ficar mais fútil, mais idiota, mais insegura, mais chata do que no primeiro livro, mas oh sim, ela fica sim. Absolutamente insuportável. Não acredito que essa série já tem sete livros publicados e ainda não acabou. Quem aguentaria ler mais daquilo? Seguramente eu que não. O pior é que agora fiquei com um problema nas mãos: Que fazer com os seis livros da série que estão aqui, entulhando minha estante? Faço uma promoção, troco no skoob, dou de presente para aquela pessoa que eu não vou com a cara (rs)?
Enfim pessoas, ouçam meu conselho: NUNCA, JAMAIS, EM TEMPO ALGUM leiam Lua Azul. Seu bom humor seguramente agradece.


Copyright 2019. All rights reserved.

Posted 18 de junho de 2013 by Hermes Lourenço in category "Uncategorized

Agradecemos sua visita! Volte sempre que puder! Se quiser deixe um comentário com sua opinião, assim que pudermos responderemos. Comentários ofensivos não serão aceitos.