maio 23

AS ROMÃS

As romãs 
                                                                                                                             

Nenhuma romã eu tive,
meu vizinho é que as tinha.
Lembro-me do tempo em que se abriam,
as frestas femininas…
Nada  nem ninguém as traduzia,
nem se sabia para que lado iam ,
as sementes úmidas,
urgentes e descabidas.
Das romãs apenas havia
uma idéia geral.
O domínio do assunto “romã”
era faltoso,
impalpável.
Nem o vizinho, provavelmente, as tinha, as romãs!
Sei que o vento espalhava seu langor,
e tudo era espanto ao redor do vermelho
que dizia ao mundo
coisas do âmbito do segredo.
Ah, as romãs, tinham a ver com a soltura dos ventos
e a abertura das prisões!


                          Eulàlia Jordà


Copyright 2018. All rights reserved.

Posted 23 de maio de 2013 by Hermes Lourenço in category "Uncategorized

Agradecemos sua visita! Volte sempre que puder! Se quiser deixe um comentário com sua opinião, assim que pudermos responderemos. Comentários ofensivos não serão aceitos.