abril 1

Medicina …

Olá Amigos, após alguns dias de correria, voltei ao blog.
Essa semana decidi fazer algo diferente; pelo contrário, não vou transformar este blog literário em um blog médico; porém, diante das turbulencias nacionais quanto a desvalorização da categoria médica, não poderia ficar calado. Sempre ouço falar que o médico estuda seis anos… Verdade; só que em tempo integral, que se for considerar como muitos cursos noturnos seria então 12 anos! (isso sem contar residência, pós graduação que elevariam esse número para 18 anos ou mais! – Surpreendente não é?). Bem ao invés de usar minhas palavras achei interessante colocar um post que encontrei na internet de um médico anônimo. Chama-se: Manual para utilizar seu médico.
Também gostaria de lembrar de que muitos médicos contribuiram enormemente para a literatura… (aqui entra nosso blog). Atualmente existe até uma sociedade brasileira de médicos escritores…

MANUAL BÁSICO DE COMO UTILIZAR UM MÉDICO

COISAS QUE O CLIENTE PRECISA SABER:
1 – MÉDICO dorme. Pode parecer mentira, mas MÉDICO precisa dormir como qualquer outra pessoa. Não o acorde sem necessidade! Esqueça que ele tem telefone em casa, ligue para o consultório.
2 – MÉDICO come.
2 – MÉDICO come.
2 – MÉDICO come.
Parece inacreditável, mas é verdade. MÉDICO também precisa se alimentar, e tem HORA para isso.
3 – MÉDICO pode ter família. Essa é a mais incrível de todas: mesmo sendo um MÉDICO, a pessoa precisa DESCANSAR no final de semana para poder dar atenção à família, aos amigos e a si próprio, sem pensar ou falar sobre doenças, internações, receitas, etc.
4 – MÉDICO, como qualquer cidadão, precisa de dinheiro. Por essa você não esperava, não é? É surpreendente, mas MÉDICO também paga impostos, compra comida, precisa de combustível, roupas e sapatos, fica doente e consome remédios – e tem que pagar por eles também. E o fundamental: pode parecer bizarro, mas os livros para ‘UPLOAD’ do profissional, os cursos, o operacional do consultório e a administração disso tudo não acontecem gratuitamente. Impressionante, não?
Entendeu agora o motivo de ele cobrar uma consulta? E digo mais quanto ao valor pago por consulta: MENOS DE R$ 10,00 PAGOS PELO SUS não tem nem o que se comentar, É RIDÍCULO; os cerca de R$ 42,00 pagos pela maioria dos convênios também já é um valor que NÃO PAGA a CARGA DE RESPONSABILIDADE presente no ato de um ser humano descobrir, tratar e se tornar RESPONSÁVEL pela vida e saúde de outro ser humano. Portanto, não discuta, não questione, não relute em pagar a média de R$ 150,00 cobrados pelas consultas particulares. Sua saúde e seu bem-estar VALEM SIM esse gasto. É um valor mais do que justo para um profissional que carrega consigo a maior das responsabilidades profissionais de todas as profissões, e ser a profissão em que se gasta a maior quantidade de tempo para concluir sua formação: o médico gasta em média 10 anos de formação PROFISSIONAL entre Faculdade e Residência (isso tudo depois de concluído o ensino médio) para estar apto a exercer a sua atividade. Na maioria das concessionárias de veículos lêem-se placas: Custo da mão-de-obra: R$ 96,90 por hora de trabalho – os profissionais, são mecânicos (formam-se com um ano de CURSO TÉCNICO em média. Comparem a carga de responsabilidade dessa atividade). Eu gasto R$ 20,00 no Cabeleireiro pra cortar os meus cabelos, e isso leva 15 minutos (R$ 80,00 por hora de trabalho do cabeleireiro) . Quanto tempo ele gastou ate concluir sua formação? Qual a carga de responsabilidade da atividade do cabeleireiro? Morre alguém se ele errar?
O mecânico ganharia em 12 HORAS DE TRABALHO NUM DIA cerca de R$ 1.159,00. O cabeleireiro ganharia pelas mesmas 12 horas de trabalho num dia R$ 960,00. O valor pago a um médico para dar plantão num hospital conveniado ao SUS e salvar vidas é cerca de R$ 450,00 por 12 horas, dos quais serão descontados INSS, Imposto de Renda, ISS etc. Só para constar, um Juiz de Direito precisa de 4 a 5 anos de formação na Faculdade de Direito e apenas mais dois anos de registro na OAB (esses dois anos são apenas de registro, não são nenhum acréscimo na formação) e têm como salário em início de carreira algo entre 17 mil e 22 mil Reais mais acréscimos e outros auxílios por quatro horas de trabalho por dia. É justo sim! Mas por que os médicos não podem ser pagos assim em suas carreiras públicas?? Médicos têm a obrigação de serem bem remunerados! Alguém que num dado momento está com a vida de outrem nas mãos não pode nesse momento ter sua concentração dispersada por lembrar que tem dívidas a pagar e não saber se conseguirá saldá-las! à Sem desmerecer as outras atividades, isso é uma TOTAL INVERSÃO DE VALORES!!! É UM CRIME!!!
5 – Ler, estudar, é trabalho. E trabalho sério. Pode parar de rir. Não é piada.
6 – Não é possível examinar pacientes pelo telefone. Precisa comentar?
7 – De uma vez por todas, vale reforçar: MÉDICO não é vidente, não joga tarô e nem tem bola de cristal. Ele precisa examinar os pacientes para entender e interpretar sintomas e poder chegar a diagnósticos. Se quiser um milagre, tente uma macumba e deixe o pobre do MÉDICO em paz.
8 – Em reuniões de amigos ou festas de família, o MÉDICO deixa de ser MÉDICO e reassume seu posto de amigo ou parente, exatamente como era antes dele passar no vestibular e no exame de residência. Não peça conselhos sobre como usar remédios, dicas de fitoterápicos ou drogas alternativas, intuir sobre prognósticos, muito pior, não peça dicas de condutas médicas a serem tomadas, após é claro exposição dos fatos e “aqueles” infelizes comentários sobre o “outro” MÉDICO que está “tocando” o caso e que “parece que está levando fazendo pouco caso do problema”.
9 – Não existe apenas um “parecerzinho” , uma “opiniãozinha” – qualquer parecer ou opinião, tem que ser pensada, estudada, analisada e é claro, deve ser cobrada. Esses tópicos podem parecer inconcebíveis a uma boa parte da população, mas servem para tornar a vida do MÉDICO suportável. Para aqueles que pedem uma “receitinha”, para dar uma “olhadinha” nos mais variados ambientes e ocasiões impróprios para atendimento, geralmente funcionários em corredor ou estacionamento de hospital, experimentem tirar toda a roupa e ficarem nus nesses ambientes para serem examinados. Se esses locais servem para dar a “receitinha” presume-se que essa pessoa queira ser examinada nesse local, e para isso todos sabem que deve tirar parte da roupa!! Será??!!! Claro que não!! Toda conduta médica é um ATENDIMENTO MÉDICO, composto de anamnese, exame físico e conduta, portanto tem que ser encarado como tal, com toda seriedade e respeito que o ato requer.
10 – Quanto ao uso do celular: celular é ferramenta de trabalho. Por favor, ligue apenas quando necessário. Fora do horário de expediente, mesmo que você ainda duvide, o MÉDICO pode estar fazendo alguma coisa que você nem pensou que ele fazia, como dormir ou namorar, por exemplo. Nas situações acima, o MÉDICO pode atender? Sim, ele pode até atender desde que seja pago por isso. É desnecessário dizer que nesses casos o atendimento tem custo adicional, como em qualquer outro tipo de prestação de serviços. Por favor, não pechinche. Lembrete: cara feia na hora de assinar cheque não diminui o que você tem que pagar. Lembre-se, a sua saúde vale esse gasto, você não está gastando com nada supérfluo: como bancar a churrascada ou a cervejada do final de semana pra fazer bonito para os amigos (normalmente nessas ocasiões não se faz cara feia não é?!!)
11 – Antes da consulta: por favor, marque hora (como faz com qualquer outro profissional liberal, lembra???). Se você pular essa etapa, não fique andando de um lado para o outro na sala de espera e nem pressionando a Secretária. Ela não tem culpa da sua ignorância. Ah! E não espere que o MÉDICO vá te colocar no horário de quem já estava marcado só porque vocês são amigos ou parentes. Se tiver fila, você vai ficar por último. Só venha sem marcar se for caso de emergência (tipo: minha sogra foi internada, meu filho foi atropelado.. .). A emergência não é a fissura em si, mas sim a sua esposa buzinando na sua orelha. O MÉDICO vai ser solidário a você, com certeza. Agora, caso o chamado de emergência seja fora do expediente normal de trabalho, o custo da consulta também será fora do normal, ok?
12 – Repetir a mesma pergunta mais de 15 vezes não vai fazer o MÉDICO mudar a resposta, nem alterar a “sua” história. Por favor, repita no máximo três VEZES.
13 – Quando se diz que o horário de atendimento do período da manhã é até 12h, não significa que você pode chegar às 11h e 55m. Se você pretendia cometer essa gafe, vá depois do almoço. O mesmo vale para a parte da tarde: vá no dia seguinte. Programe-se com antecedência, horários foram estabelecidos por existirem compromissos outros. Um atendimento que durará cerca de 30 a 40 minutos iniciado 5 minutos antes do encerramento do expediente muito provavelmente fará com que o médico perca algum outro compromisso: como buscar os filhos na escola, ou mesmo que seja almoçar com a esposa e os filhos (lembra lá de cima? Médico também come…..)
14 – Na hora da consulta, basta que esteja presente o cliente. Você deve responder somente às perguntas feitas pelo MÉDICO. Por favor, deixe o cunhado, os amigos do cunhado, seus vizinhos com seus respectivos filhos nas casas deles. Não fique bombardeando o MÉDICO com milhares de perguntas durante o atendimento. Isso tira a concentração, além de torrar a paciência. ATENÇÃO: Evite perguntas que não tenham relação com o paciente. Ainda, não precisa contar a história do namoro para chegar à CAUSA da dor de cabeça. Seja direto, o MÉDICO não tem nenhum interesse nos pormenores do caso (naquelas fofoquinhas) . Isso agilizará o atendimento e o procedimento será menos doloroso para todos.
15 – Infelizmente para você, a cada consulta, o MÉDICO poderá examinar apenas um ÚNICO PACIENTE. Lamentamos informar, mas se o acompanhante quiser algum parecer, olhadinha, ou receita,  terá que passar por nova consulta, que também deverá ser paga.
16 – O ADVOGADO não deixará de cobrar a consulta só porque você já gastou “demais” com medicamentos e outros advogados. Os MÉDICOS, além de não terem sido os criadores do ditado ‘O barato sai caro’, também não foram os criadores do seu problema de saúde!
17 – DÊEM VALOR A QUEM DÁ VALOR A SUA SAÚDE E À SUA VIDA!
Este “manual” foi compilado da Internet e modificado por um médico em vias de abandono da profissão, completamente decepcionado com os rumos tomados pela atividade: pela falta de prestígio, falta de respeito, baixa remuneração e desvalorização do médico. Boa Sorte aos médicos mais jovens! Vocês não viram o que era realmente SER MÉDICO!


Copyright 2019. All rights reserved.

Posted 1 de abril de 2011 by Hermes Lourenço in category "Uncategorized

Agradecemos sua visita! Volte sempre que puder! Se quiser deixe um comentário com sua opinião, assim que pudermos responderemos. Comentários ofensivos não serão aceitos.